Mãe trabalha para se certificar de que a namorada de seu ex pagará por abusar de seu filho

Erica Hammel, uma mãe solteira de Michigan, compartilhou a custódia de seu filho Wyatt com seu ex-marido. Rachel Edwards, sua nova namorada, parecia suspeita, mas nem mesmo uma boa pesquisa na internet forneceu provas. "Eu me senti realmente desconfiada da pessoa com quem ele namorava. No final, não tinha provas ", disse Erica a jornalistas. "No tribunal da família, eles vêem isso o tempo todo".

Então Wyatt terminou na sala de emergência uma noite. "Eu perdi o chão. Me senti tão assustada ", relatou Erica. Ele estava completamente cinza. Seus olhos estavam virados para tras".

source

Ele tinha um tubo em todos os lugares possíveis. "Médicos do conselho tutelar diziam que as lesões de Wyatt não pareciam acidentais. Isso levou Erica a descobrir que Rachel tinha duas condenções por abuso de crianças de terceiro grau, recebendo liberdade condicional das duas.

source

Wyatt ficou incapaz de falar, comer ou andar, e ele também estava cego em ambos os olhos. O promotor e os médicos achavam que tinham um caso de homicídio nas mãos. No entanto, Wyatt sobreviveu, mas ele e sua mãe têm que passar muito tempo na terapia ocupacional, física e fonoaudiológica.

source

Erica também está tentando projetar a lei de Wyatt: um registro de abusadores de crianças que seria semelhante ao dos infratores sexuais, mas para pessoas que abusaram de crianças.

source

Erica acredita que tal registro poderia ter impedido seu filho de 18 meses de sofrer lesões cerebrais graves, entre outras questões. "Você dá à luz esse bebê perfeito, lindo e inocente, que é completamente saudável, e alguém te tira tudo isso", disse Erica.

Discussão

Mais quizzes